Páginas

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Por trás das grades

Ontem, me deparei com uma cena que ainda não estou acostumada, várias pessoas na calçada, com o olhar fixo para a delegacia, vendo os seus familiares sendo algemados e revistados após a visita aos presidiários. A lágrima corria no rosto de muita dessas pessoas, a tristeza era incontrolável e o desespero de alguns, inevitável.
Então, me veio ao pensamento, como seres humanos, como nós, podem ficar em uma sala cheia de grades, como se fossem animais? Mas também, como podem seres humanos viverem no meio social e não usar a racionalidade? São mortes, preconceito, roubo... Tudo isso não deveria pertencer aos humanos.
E o que mais me dói, é pensar que todos nós erramos, inclusive a justiça, e portanto, dentro daquela sala minúscula, cercada de grades, policiais e armas, existem pessoas inocentes, e que agora estão pagando por uma coisa que nunca fizeram.
Pais de família, ladrões, trabalhadores e assassinos. Todas essas pessoas compartilham um mesmo lugar de poucos metros quadrados. Seria essa a melhor solução para aquelas pessoas que erraram? Mas como deixar estes mesmos seres, extremamente perigosos e covardes em meio a sociedade, podendo causar-lhe mal a qualquer momento?
São questões difíceis de se responder, tenho certeza, porém são questões que deveriam estar mais presentes em nosso dia a dia. Temos o direito de julgar as pessoas e decidir o futuro da vida delas? Deixar com que nossos semelhantes percam muitos anos de suas vidas presos ?E por que essas pessoas se comportam de tal maneira? Será tão difícil conviver com as diferenças? 
Uma pessoa ser rica, negra, homossexual ou tem deficiência física, não nos dá ao direito de querer o que é delas e muito menos de tratá-las com indiferença, agredir fisicamente ou oralmente, e muito menos achar que estas pessoas são diferentes de nós, e portanto não merecem o nosso respeito.
Porém, são esses atos e pensamentos que levaram hoje, pessoas para dentro dos presídios, que agora estão sofrendo e fazendo suas famílias sofrerem também. Foram essas opiniões que levaram nossas vidas a um completo caos, onde já não se tem mais liberdade para nada e muito menos segurança.
Mas eu ainda tenho a esperança de que um dia as coisas possam mudar, que todos possam conviver em uma sociedade sem tantos problemas, sem tanta dor, sem tanto sofrimento, porque são as diferenças que aprimoram os seres humanos, mostrando-lhes que o mais belo que pode existir entre nós é podermos ser distintos uns dos outros, ao mesmo tempo que somos todos iguais.

10 comentários:

  1. O ser Humano causa mal desde sempre...
    A escravidão, a inquisição e a própria igreja medieval são exemplos claros disso...

    A diferença é como vemos essa violencia na evolução da história e da sociedade. Defeitos irremediáveis na estrutura atual da vida Urbana tem causado consequencias, quase, irremediaveis.

    O modo mais "prático" de se defender de monstros e prendendo-os em jaulas. Talvez atitude horrível, mas talvez a mais viavel.

    O que nos resta é acreditar que um dia tudo "volte ao normal" como nunca foi.

    Paraabéns pelo texto... Seu Blog é realmente muito bom, conheci agora e não vou deixar de acessar!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada! Infelizmente, eu também acho que essa tenha sido a melhor solução para os "monstros".
    E uma coisa que sempre penso também, é quando surgiu o mau, quando surgiu a injustiça, o preconceito, a inveja, a ira... Quando tudo isso surgiu.
    E pra finalizar, eu gostaria de saber quem é você, pelo ao menos o nome, rs.
    Volte sempre e mais uma vez obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Meu nome é Rodrigo e eu curso faculdade de História na UFJF. Você deve conhecer certo?

    Acho que todos nós pensamos em como surgiu a maldade no mundo, mas a vida me fez perceber que, provavelmente, é um instinto humano que ainda não conseguimos "disfarçar"

    Enfim, esse tema requer discursões Infinitas.
    Novamente meus parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Conheço sim! Nossa, HISTÓRIA, minha matéria preferida,rs.
    Concordo plenamente, o tema envolve várias questões para serem discutidas.
    E "novamente" obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Sério que vc curte história?

    Você parece ser muito crítica e analista, certo?!
    Pensa em cursar o que na faculdade????

    ResponderExcluir
  6. Eu amooooooooooooo História :D
    Sou sim, às vezes até mais do que deveria!
    Penso em fazer Direito, mas até lá...

    ResponderExcluir
  7. Não te conheço, portanto não sei se direito tem sua cara.. Mas tenho certeza q em alguma ciencia humana vc se daria mt bem!

    Boa sorte na sua escolha!

    ResponderExcluir
  8. Verdade, também não sei se tem hahaha.
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Sabe, penso que, por mais difícil que seja, antes de julgar qqr pessoa deveríamos ao menos tentar entender o que a levou até "ali". Se isso vai mudar o julgamento, eu não sei. Mas talvez ajude a entender o contexto. Afinal, por trás da cortina pode haver um espetáculo

    ResponderExcluir