Páginas

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Eu queria que

Eu queria que o seu sorriso
fosse o meu sol de todas as manhãs.
Eu queria que o brilho do seu olhar
fosse a lua que me guia na escuridão.
Eu queria que a sua voz
fosse a primeira canção do dia.
Eu queria que o seu abraço
fosse o calor dos dias de inverno.
Eu só queria estar ao seu lado
todos os dias!

#CAIFORARICARDOTEIXEIRA

quinta-feira, 21 de julho de 2011

No País das Maravilhas, será?

      Não sei qual a real razão de meus pais terem escolhido meu nome, Alice, porém ele gera muitas "piadinhas", todos me perguntam "É a Alice do País das Maravilhas?", no começo me irritava bastante, mas hoje já me acostumei. Mas agora acontece algo estranho em minha vida, percebo que talvez possa ter tido essa fase, e sim, estado no País das Maravilhas por um tempo, mas agora sei que já acordei, entretanto, o meu País era bom, ótimo para ser mais franca.
      Ano passado, sem sombras de dúvidas, posso dizer que foi um dos melhores anos da minha vida, não diria o melhor, porque não devo desprezar todo o meu passado, e lembrar apenas dos momentos bons, mas hoje eu percebo que fantasiei muitas coisas, pessoas, amizades e valores. Hoje estou acordada para a realidade, sei que parece estranho, mas é o que sinto agora, como se tivesse vivido um sonho. E esse era mágico, quase perfeito, feliz, estava cheio de pessoas boas, sentimentos bons, com direito a trilha sonora, de ótima qualidade.
      Foi uma fase muito importante para mim, mas agora vejo o quanto posso ter sido tola, ou não, porque pode ter sido tudo verdade, tudo sincero e muito real, mas essa sombra vem me perseguindo, talvez tenha me impedido de viver um pouco do meu presente, mas agora não, eu sei que ficou só na lembrança, nada voltará mais, porém tenho certeza absoluta de que esse ano mudou minha vida para sempre, além disso, algumas pessoas serão eternamente lembradas com carinho por mim, poderia até citar o nome de algumas, mas elas sabem muito bem quem são, e o quanto fazem bem para mim.
      Apesar de tudo, percebi que uma parte dessas pessoas que só me fizeram bem no ano passado, hoje estão contra mim, não querem mais o meu bem, e é exatamente esse ponto que me confunde, será que elas foram sempre sinceras comigo, ou eu vivi uma mentira durante um ano inteiro, será que o passado foi realmente verdadeiro, ou estava simplesmente obscuro e meus olhos não foram capazes de enxergar isso. É estranho, mas hoje paro para pensar: "Terá sido um sonho, como o da Alice das histórias, será que eu estive no País das Maravilhas e não sabia, pois só acordei agora?".
      Já perdi as contas de quantas vezes parei para pensar nisso, mas essa dúvida me atormenta todas as noites, eu sei que foi bom, eu tenho certeza, mas até onde eu estava certa, até onde essas pessoas realmente me amaram? Eu não posso deixar um passado tão maravilhoso para trás, mas também não posso permitir que ele me impeça de seguir em frente com os meus próximos sonhos, mesmo que esses não sejam tão reais quanto o do meu País das Maravilhas.
      Eu vivi, eu aprendi, e hoje eu escrevi tudo aquilo que estava bagunçado na minha cabeça, tudo aquilo que queria compartilhar com alguém, agora resta descobrir a resposta, se é que ela existe, mas isso já não importa tanto, porque eu precisava desabafar, e isso eu consegui. O importante é saber que esse meu sonho me proporcionou muita felicidade, e que com ele eu aprendi lições importantíssimas, que serão valiosas eternamente, além disso, várias pessoas continuam no meu caminho, mesmo distantes, e ainda nos amamos muito, e espero que essas pessoas verdadeiras possam estar ao meu lado sempre, nos momentos bons e ruins, e principalmente quando eu alcançar o meu principal objetivo, quero que elas estejam ali, do meu lado, para comemorar comigo uma conquista que elas fizeram parte. 



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Amigos

Amigos,
aqueles que te fazem sorrir nos dias difíceis,
aqueles que te confortam com seu carinho,
aqueles que te fazem sentir bem quando estão por perto.
Amigos,
aqueles que sempre lembram de você
aqueles que sempre estão ao seu lado
aqueles que sempre te fazem perceber que dias melhores virão.     
Amigos, 
aqueles que nunca irão te abandonar,                   
aqueles que nunca deixarão de se aproximar,
aqueles que nunca deixarão de criticar.
Amigos, 
aqueles que foram esperançosos,
aqueles que foram carinhosos,
aqueles que foram pacientes.
Amigos,
como os que tenho,
não quero perder nunca,
e quero poder ajudar,
porque o sorriso de cada um
vale muito mais do que você 
possa imaginar!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Ser humano

   Falar de injustiça é fácil, o difícil é ser humano o suficiente para poder questioná-la e enfrentá-la. Quantas pessoas dizem que um assassino deveria estar atrás das grades, mas quando vão ao mercado e recebem o troco errado, fingem não ver e ficam com aquele dinheiro que não deveria os pertencer? Quantas vezes questionamos o erro dos outros e cometemos um ainda pior? Quantos de nós somos contra os serial killers, mas somos os primeiros a agir com preconceito?
   O que o mundo vive hoje é uma espécie de ditado popular: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.". Dessa forma fica difícil de entendermos o que se passa no pensamento das pessoas, elas sabem criticar, mas não sabem admitir o próprio erro, e isso chega a ser vergonhoso para todos nós. A falta de caráter, o egoísmo, a ignorância, e principalmente a intolerância, estão levando a humanidade a um completo caos.
   A verdade é que somos incapazes de conviver com as diferenças, e por isso achamos que somos superiores uns aos outros, porém a realidade é outra, não passamos de pessoas ignorantes, e não comandamos o mundo, ao contrário, sofremos as consequências!
   Dessa forma, vão surgindo as guerras, o preconceito e as críticas completamente sem sentido, existem poucas pessoas que ainda têm sensatez, não diria que sou uma delas, mas estou a caminho, ainda erro muito, ainda critico muito sem fundamentos completos, mas percebo que talvez, eu esteja no caminho certo.
   Tudo isso gira em torno de uma única palavra, humanidade, somos todos errantes, e vamos continuar errando pelo resto de nossas vidas, somos imperfeitos, mas são os nossos defeitos que nos diferenciam uns dos outros, mas que cada defeito só nos mostra que somos iguais, porque todos temos algum, e isso é ser humano! 

sexta-feira, 8 de julho de 2011

No brilho de um olhar

No brilho de um olhar
é que se vê a verdade.
No brilho de um olhar
é que se descobre o sentimento.
No brilho de um olhar
é que não se resiste.
No brilho de um olhar
é que perdemos completamente o juízo.
No brilho de um olhar
é que enxergarmos aquilo que temíamos.
No brilho de um olhar
é que se chega à loucura.
No brilho de um olhar 
é que se perde o equilíbrio.
No brilho de um olhar
é que nascem as esperanças.
No brilho de um olhar
é que se perde a razão.
No brilho de um olhar 
é que se tem inspiração para escrever um texto,
e quem sabe até um poema.