Páginas

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Ser humano

   Falar de injustiça é fácil, o difícil é ser humano o suficiente para poder questioná-la e enfrentá-la. Quantas pessoas dizem que um assassino deveria estar atrás das grades, mas quando vão ao mercado e recebem o troco errado, fingem não ver e ficam com aquele dinheiro que não deveria os pertencer? Quantas vezes questionamos o erro dos outros e cometemos um ainda pior? Quantos de nós somos contra os serial killers, mas somos os primeiros a agir com preconceito?
   O que o mundo vive hoje é uma espécie de ditado popular: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.". Dessa forma fica difícil de entendermos o que se passa no pensamento das pessoas, elas sabem criticar, mas não sabem admitir o próprio erro, e isso chega a ser vergonhoso para todos nós. A falta de caráter, o egoísmo, a ignorância, e principalmente a intolerância, estão levando a humanidade a um completo caos.
   A verdade é que somos incapazes de conviver com as diferenças, e por isso achamos que somos superiores uns aos outros, porém a realidade é outra, não passamos de pessoas ignorantes, e não comandamos o mundo, ao contrário, sofremos as consequências!
   Dessa forma, vão surgindo as guerras, o preconceito e as críticas completamente sem sentido, existem poucas pessoas que ainda têm sensatez, não diria que sou uma delas, mas estou a caminho, ainda erro muito, ainda critico muito sem fundamentos completos, mas percebo que talvez, eu esteja no caminho certo.
   Tudo isso gira em torno de uma única palavra, humanidade, somos todos errantes, e vamos continuar errando pelo resto de nossas vidas, somos imperfeitos, mas são os nossos defeitos que nos diferenciam uns dos outros, mas que cada defeito só nos mostra que somos iguais, porque todos temos algum, e isso é ser humano! 

2 comentários:

  1. Mas uma vez voltamos no Tema de que o ser humano não consegue se enxergar e sempre tá mais certo que seu semelhante.

    Certo ou não, isso faz a sociedade sair dos trilhos e atrapalha MUITo, já que olhar o "gramado" vizinho e encontrar defeitos traz uma satisfação Imensa ao Indivíduo!

    mais Uma Vez, Parabéns Pelo Texto e pela Argumentação!

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo! Obrigada pelo carinho e pela força que você sempre dá ao blog.

    ResponderExcluir