Páginas

quinta-feira, 5 de abril de 2012

But the best for you!


Nunca mais deixarei isso acontecer, porque você nunca poderá retribuir nem a felicidade nem a dor que eu senti. Tudo que você fez foi preencher esse seu ego vazio. Amizade de verdade não é isso. Amor é compreensão. Se você quer um brinquedo, eu não posso me fazer um, mas colocar um fim nessa história eu posso, aliás, já devia ter feito isso há tempo.
Todos nós nos machucamos muito, toda a dor nunca será reparada, mas brincar com fogo não é a melhor solução, prefiro ter caráter suficiente para enfrentar toda essa situação. Chega dessas infantilidades que não podem fazer parte de nós mais, é melhor escolher logo um caminho e seguir o horizonte. Nunca gostei de borboletas, muito menos de mudanças, a estagnação me fascina, prefiro saber onde estou pisando.
Mas como preferi complicar aquilo que poderia ser tão simples, agora tenho que aceitar todas as suas consequências, mesmo que uma delas seja perder tudo isso que construímos dentro de nós, tudo o que eu queria agora era um espaço, para deixar isso, mas nunca mais resgatar, pelo ao menos não nessa vida.
Chega de ser tão dramática, é hora de viver a realidade, encarar os medos e as sombras. É hora de tomar atitudes e impor sua personalidade e todas essas "deslinhagens" ficaram para trás, porque eu decidi que quero mudar. Ninguém pode encontrar o meu caminho por mim, ninguém pode dar os passos por mim, então é hora de criar maturidade para persistir, mas não como uma borboleta, isso nunca mais.
Quero voar de outra maneira, sem limites, até sem atmosfera. Quero um novo ciclo para tudo, e é bom começar agora, porque deixar para amanhã é mera preguiça. Você também fez suas escolhas. Não acho que o melhor seja descontar tudo o que outra pessoa te fez com outra do mesmo sangue, mas foi você quem escolheu assim! Tudo o que eu vivi, o que você viveu, nunca se encontrará, estamos em coordenadas diferentes, e agora é tarde demais, ambos já se machucaram muito.
Entretanto ela nunca será o que eu fui para você, ou melhor, o que eu quis ser, e você nunca deixou. Todo mundo pode escolher, e você escolheu, repito. Tudo está sendo processado e deletado, não é essa a melhor linguagem para descrevermos isso? Foi como cortar as unhas, porque quando elas caem ao chão machucam o seu pé, mas você consegue se livrar das lascas facilmente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário